quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Buerarema: PM impede que ponte seja derrubada, libera pista e manifestantes reagem jogando coquetéis molotov, pedras e rojões

video

Durante todo dia de terça-feira (11), manifestantes formado por agricultores e populares de Buerarema, tentavam a todo custo derrubar a ponte que liga as cidades de Itabuna e Buerarema na BR-101, usando picaretas e marretas em forma de protesto da morte de um dos lideres do assentamento Ypiranga que teria sido assassinato por índios da região de Una.  

Diversos incêndios foram provocados embaixo e em cima da ponte, com o objetivo de abalar a sua estrutura.

Policiais Militares foram acionados no intuito impedir que os manifestantes derrubassem a ponte que dá acesso a cidade. O que provocou a revolta dos manifestantes que reagiram lançando pedras e coquetéis molotovs nos policiais, chegando a atingir os soldados diversas vezes. 


O reforço da Força Nacional, que está na cidade, foi solicitado, mas até por volta das 19h a ordem para o reforço não havia sido dada de Brasília.

Mesmo com a ação da polícia, manifestantes não deixaram as entradas da cidade e da BR 101. A PM conseguiu fazer com que eles recuassem da ponte até outro ponto da rodovia.

Segundo informações do DNIT, a ponte não poderá ser liberada até a avaliação de um engenheiro e conserto feito pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Técnicos do departamento já estão na rodovia, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal, aguardando o fim da manifestação para solucionar o problema.

Até o momento o congestionamento de veículos chega a cidade de Itabuna em um sentido, no trecho do bairro Nova Itabuna, e em São José da Vitória no sentido oposto. Com os conflitos na cidade, vândalos tem provocado quebra quebra de estabelecimento bancários e  têm ameaçado incendiar um posto de combustível na localidade, obrigando que funcionários abastecessem  veículos sem cobrar. 

Agência do BB teve a fachada destruída em reação à estratégia da polícia.

Pelo menos quatro policiais ficaram feridos por conta dos ataques em Buerarema. Eles foram medicados e passam bem.