quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Feira reúne novidades tecnológicas para a segurança pública

Feira reúne novidades tecnológicas para a segurança pública
A 13ª Interseg, Feira Internacional de Tecnologia, Serviços e Produtos para a Segurança Pública, realizada no Rio de Janeiro, reúne as novidades tecnológicas para a segurança pública. Os equipamentos, que incluem microcâmeras e sensores, podem ajudar policiais nas ruas.
 
O som é emitido para espantar a multidão em caso de necessidade. A voz de comando pode ser projetada a até 500 metros de distância. Essas são novidades expostas na 13ª Interseg, Feira Internacional de Tecnologia, Serviços e Produtos para a Segurança Pública.

“O objetivo da feira é apresentar o que há de mais novo em produtos e equipamentos para a segurança pública, que podem contribuir também com aperfeiçoamento profissional dos policiais e das forças policiais que estão aqui presentes”, diz Rubens Slaviski, diretor de negócios da feira.
A roupa antibombas de fabricação alemã suporta até 360 graus. Foram compradas 48 peças para os estados que irão sediar a Copa do Mundo em 2014.
 
Na feira também há uma cabine que simula ruídos de rua em situações que os policiais enfrentam muitas vezes. O rádio com um microfone inteligente consegue identificar a frequência da voz e isolar o ruído. O receptor ouve a voz limpa, sem barulho.

Câmeras instaladas em uma viatura podem identificar até 150 placas de carros por minuto. Microcâmeras acopladas aos óculos ou mesmo ao boné registram a visão do policial durante uma ação ou abordagem. O cinto com sensores da Nova Zelândia mede as funções vitais do agente em operação. É possível saber até se o agente está em pé ou deitado.
 
“Não adianta ter a tecnologia se não tiver a parte humana, ou seja, preparo do policial pra manejar a tecnologia, fazer o melhor uso dela, colher o melhor resultado”, diz João Carlos Trindade Lopes, consultor da feira.

Fonte: Jornal da Globo.